Tags

, , ,

Se estivesse vivo Gene Kelly teria feito 100 anos no último dia 23 de Agosto. Bailarino, cantor, ator, produtor e coreógrafo ele iluminou e cativou tudo e todos ao seu redor. A história da sua vida é incrível, uma grande inspiração e um exemplo de competência e de persistência.

Teve o início da sua famosa trajetória na Broadway e tem no seu invejável currículo mais de 20 filmes, aproximadamente 8 musicais e inúmeros prêmios incluindo um Oscar Honorário pelas brilhantes conquistas na carreira e o título de Cavaleiro da “Leggion d’Honneur” pelo governo francês. Se você nunca assistiu a nenhum de seus filmes, corra agora e tire o prejuízo porque você está prestes a se encantar com um dos maiores ícones do cinema mundial.

Outro dia tive o imenso prazer de rever o clássico “Cantando na Chuva” que por si só é um filme imperdível, e como sempre fiquei extasiada com a performance dele…seu estilo atlético combinado com sua classe e elegância é perfeito e ele…ah, ele é maravilhoso vamos combinar? rs…

Dizem que para dar vida a essa sequência ele se recuperou de uma febre de 38 graus e participou ativamente do processo de canalização para imitar as gotas d’água que foram misturadas com leite para que ficassem mais visíveis. Obra prima do cinema esse filme foi eleito o primeiro na lista dos 25 maiores musicais americanos de todos os tempos.

Poderia ficar horas falando de Gene Kelly porque ele é eterno, mas vou terminar por aqui com umas das cenas que mais gosto, afinal de contas quando as luzes do palco se apagam não temos motivo para parar de dançar não é mesmo?

Bom dia!!

Carol Prado.

Anúncios