Tags

, ,

Nosso amado idolatrado salve salve!!

Nascido na Letônia em 1948, começou a dançar com aproximadamente 12 anos de idade. Aluno do mesmo professor que Nureyev , Pushkin, entrou para o Ballet Kirov em 1967 e logo se distinguiu. Numa turnê pelo Canadá em 1974 pediu asilo político e assim começou a sua brilhante carreira no Ocidente. Passou por conceituadas companhias, atuou em diversos filmes, foi nomeado para um Oscar e em 1980 passou do papel de bailarino para o de diretor artístico do American Ballet Theatre. Em Abril deste ano ele estreou a peça “In Paris”, uma adaptação de uma história de Ivan Bunin. Além de tudo, Baryshnikov ainda é pai de família…ufa!

Dois estilos diferentes, mas igualmente impecáveis…

.

.

Ele não só é um artista completo, ele é um monstro! Um privilégio poder assistir à este homem dançar. Tanto nos incontáveis vídeos que desde pequenas enchem nossos olhos, quanto na fantástica noite em que graças à duas queridas amigas, tivemos o imenso prazer de vê-lo ao vivo…inesquecível!

As onze piruetas do filme “Sol da meia noite” (White Nights- 1985) fazem parte das minhas primeiras lembranças dele.

.

Não dá pra falar pouco de Baryshnikov, foi quase impossível terminar este texto! Precisaria dedicar um blog só para ele, quem sabe um dia…por enquanto basta passar o dia inteiro pensando nele.

Bom dia!!!

Carol Prado.

Anúncios