Foi com ela, no início desse caminho que nossos sonhos viraram realidade!

Levar às aulas, esperar ou dar uma voltinha enquanto a aula não termina, buscar no horário ( ou muitas vezes beeeeeeem depois! rs…), pagar o figurino, consertar o figurino, preparar o lanchinho para o festival, fazer o coque e a maquiagem para a apresentação e chorar quando finalmente subimos no palco…Ufa!

Essa é uma rotina bem conhecida pelas mães das bailarinas e sem toda essa loucura, o encanto simplesmente não aconteceria!

Hoje em dia também somos professoras e é lógico que há muito já percebemos nem todas as mães são como a nossa ( porque sim, a nossa mami é o máximo!)

Sempre vamos encontrar aquelas que são insuportáveis, que querem ensinar o pai nosso ao vigário e realizar seus sonhos frustrados através da pobre criança que só quer saber de sair dali!

Mas também, sempre vão existir aquelas que são fofas, amigas e parceiras que fazem tudo valer a pena! Ainda bem que tanto nas nossas vidas de bailarinas quanto de professoras, fomos cercadas desses exemplos de mães maravilhosas!

É é para essas mães, avós e tias que nos deram o presente da dança, que hoje desejamos o nosso melhor…

Bom Dia!!!

Carol e Thais.

Anúncios