Tags

, , ,

“Filhinha, acho que você não está entendendo como fazer esse passo…” depois de ouvir isso, fiquei atordoada quando percebi que essa mãe estava entrando na sala e se encaminhava até a barra para dar aula no meu lugar…

Oi??

Só neste último mês, tive que ouvir de uma mesma senhora coisas do tipo: “É um absurdo dizer “fofoca” na sala de aula, minha filha não faz fofoca! Essa palavra não existe no vocabulário dela. A minha filha é um gênio!”

“Não é desse jeito que se disciplina uma turma, as crianças têm 5 anos, você não pode lidar com elas como se elas fossem adolescentes…”

“Ela estava com tanta dor depois da sua aula que eu tive que dar um remédio para que ela pudesse dormir.” (Aqui vale um adendo: será que ela chorou de dor por causa das borboletas ou por causa do pé de palhaço e de bailarina???? Fica o mistério…) ”

“Minha filha já perdeu o gosto pelo ballet.”

Se a insatisfação é tão grande, porque diabos a menina continua na minha aula? Vá para outra escola, procure outro professor, vá catar coquinho, só não venha querer me ensinar como fazer o meu trabalho! Acho que o próprio Dalai Lama ia ter pesadelos com essa daí…

Todos têm o direito de não gostar de um professor, alguns realmente não são legais e não merecem ser chamados de educadores, por isso é fundamental que se conheça quem está cuidando dos estudos dos seus filhos. Não gostou? É seu direito, vá então explorar outras alternativas, só não resolva ficar e testar os limites das boas maneiras…

O mundo está cheio de profissionais competentes que tem o maior carinho em passar adiante o seu conhecimento, mas é importante ressaltar que a educação vem de casa. Não venha azucrinar um professor pelos problemas de comportamento do seu filho. Se numa turma de 15 crianças, só a sua filha tem motivos para reclamar, provavelmente a culpa é de vocês!

Ainda bem que esses pais chatinhos que insistem em aparecer não somam nem 1% da quantidade enorme de pais e mães queridos ao longo da minha vida profissional. É para esses fofos que hoje eu mando o meu mais agradecido…

Bom Dia!!!

Carol Prado.

Anúncios