Tags

leap of faith

What if I fall? Oh but my darling, what if you fly?
– Erin Hanson –

Se a sua pirueta não sai, seu arabesque não sobe e a variação que você tanto quer dançar é mais difícil do que você pensava, faça um favor para você mesma, só jogue a toalha se ela estiver toda encharcada com o seu suor por tentar fazer a diferença.

Sou totalmente a favor de não se estressar a toa, mas às vezes se contentar pode ser um veneno. Hoje a pessoa se contenta com um troco que veio errado porque depois de tanto tempo na fila é melhor não arrumar confusão, amanhã aceita ficar com um namorado estúpido porque não quer ficar sozinha e quando menos se espera, essa pessoa que concordou com tudo sem questionar, está infeliz e nem sabe o porquê.

Ir atrás dos objetivos dá trabalho, nem tudo dá certo e por vezes depois de tropeçar tanto, o tombo pode até ser feio, mas não dá para achar que só porque você caiu, você merece ficar ali no chão. Recomece quantas vezes for necessário, como diz a frase lá em cima, você pode cair mas e se você voar?

Fale quantas vezes for necessário até ser ouvido, o mundo não é transformado por pessoas com medo e que preferem dormir profundamente enquanto a vida passa. Imagine se, desde sempre as pessoas se calassem e se conformassem com tudo? Não existiria um Mandela, uma Aung San Suu Kyi, uma Malala

Combine o seu “deboísmo” com uma pitadinha de atrevimento, afinal de contas conquistar não é o mesmo que sonhar, conquistar é o mesmo que agir!

 

Bom dia!!!

 

Carol Prado.

 

 

 

 

 

Anúncios