Você com certeza já viu algum professor reclamar de alunos que faltam demais não ouviu? Pois é, esse também é um problema comum na dança…

Tá bom, tá bom, eu sei que vira e mexe ocorrem situações em que é impossível aparecer na aula, mas na maioria das vezes as faltas são completamente desnecessárias. As desculpas vão das mais esfarrapadas às mais elaboradas, tem para todos os gostos!

O que falta (trocadilho aconteceu sem querer! rs…) para esses fantasmas da sala de aula é comprometimento. Eles não têm a mínima noção de como acabam prejudicando o trabalho dos professores e a aprendizagem dos colegas, ainda mais durante uma montagem coreográfica.

Existem alunos que ficam semanas sem dar o ar da graça e que se sentem desmotivados porque não ganharam um papel de destaque em um conjunto ou a oportunidade de dançar um solo. A questão aqui é que esses alunos acham que devem “ganhar” porque não entendem o sentido de conquistar!

É lógico que muitas vezes o filho leva a bronca no lugar dos pais, ainda mais quando se trata de crianças.
Os pais deveriam se perguntar que espécie de valores passam para os seus filhos quando a viagem de família, o aniversário da colega e o passeio no shopping se tornam mais importantes do que a disciplina e a responsabilidade da sala de aula.

Pode parecer clichê, mas é verdade que a dança é uma escola para a vida. Somos pessoas melhores quando nos doamos para essa arte. É durante as horas e horas de aulas e ensaios que aprendemos sobre o respeito, dedicação, tenacidade, amizade entre outras coisas maravilhosas.

Para tirar o máximo proveito do que a dança tem para oferecer, da próxima vez que alguém quiser te convencer a faltar simplesmente diga:

3068927

Bom dia!!!

 

Carol Prado.

 

 

Anúncios