Tags

, , , , , ,

prioridade na dança

Aproveitando que estamos no começo do ano e o assunto ainda está fresco, gostaria de falar sobre uma questão que vem me chamando muita atenção…

 Qual é o real valor da Dança no seu espetáculo?

Parece uma pergunta banal e retórica, porém, se você puder entender o meu ponto de vista no decorrer desse texto, vai encontrar o motivo para a minha pergunta.

O fato é que, no palco, cada vez mais a arte perde lugar para coisas irrelevantes.
Aqui vão alguns exemplos:

– “A maquiagem da sua coreografia precisa ser simples porque a Fulana dança 13 coreografias e não terá tempo de se maquiar! ”
Começa-se vetando uma maquiagem mais elaborada, depois um penteado, daqui a pouco vamos todos dançar jazz, ballet e contemporâneo com as mesmas sapatilhas!

– “Mandei fazer um cenário maravilhoso para o espetáculo desse ano!”
Cenário fixo pode ficar lindo para as coreografias de um Baby, que são mais simples,  mas será que vai combinar com aquele solo de contemporâneo cheio de poesia?

– “Vamos colocar um telão no nosso Espetáculo para deixar tudo mais lindo, qual será a imagem da sua coreografia? ”
Gente, telão nem sempre deixa tudo mais lindo! Das duas uma, se quiser que a imagem do fundo apareça, a coreografia ficará no escuro, se quiser que fotos boas sejam tiradas, a imagem no telão ficará indecifrável!

Falando nisso, chegamos à questão Fotografia… (aiai)

– “Vamos deixar a luz mais aberta, senão o Fotógrafo não consegue pegar uma foto boa! ”
É complicado opinar profundamente sobre essa questão já que não tenho conhecimento de causa. Mas… Devo priorizar a foto? Ou priorizar o meu professor que passou meses elaborando uma coreografia completa?

Um coreógrafo pensa não só na coreografia em si. Um bom coreógrafo pensa em figurino, cabelo, maquiagem, cenário e sim… Luz!!

Porque então o trabalho de um tem que acontecer em detrimento do outro?

– “Que tal colocarmos uma identificação nos bailarinos que pagaram antecipadamente pelas suas fotos?”
 Realllllly? Você consegue imaginar toda a magia de uma coreografia no palco estragada por pulseiras feias e coloridas em prol da “organização“? Você consegue se imaginar naquele figurino caríssimo arruinado por uma pulseira nonsense?
Há de existir outro meio para solucionar este problema…

Nós sabemos das adversidades existentes no planejamento de um espetáculo, mas o tema principal vai além de “Viagem ao Mundo” ou “Alice no País das Maravilhas”, isso e todo o resto deve ficar em segundo plano.
Se você não consegue enxergar que a Dança é a verdadeira estrela da sua apresentação, volte cinco casas e comece de novo…

Bom dia!!!

Thais Mello

Anúncios